É Natal é Natal…
Das coisas que mais prazer me dá nesta época é fazer os doces de Natal (não fosse a gulosa cá de casa).
Num almoço de Natal com colegas de trabalho, levei aquela sobremesa pela qual já é dita como minha especialidade: Cheesecake. – e acredito que seja, a quantidade de vezes que faço 🙂
 
Como estamos no Natal, a cobertura teria de ser a cor da época, vermelha.
 
Mas claro está, por trás desta maravilha que vos apresento, existe uma história!
Sou uma pessoa cheia de histórias, não sei se acontece o mesmo convosco, mas uma simples ida ao ginásio acaba por ser uma aventura!
E este Cheesecake de Natal “esconde” uma verdadeira história. Esta é uma altura de muito trabalho, não por causa do Natal, mas por motivos profissionais. Este almocinho tinha de ser nesta fase. Stress para cá, stress para lá…caminho casa trabalho em obras. Vamos por atalhos, e já diz o ditado “Quem se mete em atalhos, mete-se em trabalhos”. Acreditem que é verdade. Queria eu vir cedo para casa para ir ao ginásio e fazer a sobremesa. Venho por atalho, furo o pneu. Sou socorrida pelo marido da minha amiga Daniela, meus salvadores, e…o pneu já deu o que tinha a dar. Troca a ir colocar dois pneus novos. Não vou ao ginásio e chego a casa pela 21h.
 
Sabem o que aconteceu? Fiz o Cheesecake às prestações. Fiz a base e coloquei no frigorifico. Jantei e tomei banho, fiz o recheio. E a cobertura? Fiz no dia seguinte de manhã!
 
Depois desta aventura, fiquei feliz porque o Cheesecake estava realmente bom e os meus colegas adoraram. E fiquei com pneus novos também 😉
 
Agradecimento aos meus parceiros Vieira de Castro.

INGREDIENTES

Base
 
Recheio
  • 200 gr. Queijo mascarpone;
  • 100 gr. de açúcar;
  • 200 ml de natas;
  • 4 folhas de gelatina.
 
Calda
  • Frutos vermelhos (q.b.)
  • Licor de ginga (q.b.).
  • Açúcar (q.b.)
  • Sumo meia laranja.

MODO DE FAZER

Base: Triturar a bolacha até ficar em farinha, não deixe que fique demasiado triturada, deixando pedaços maiores para obter um efeito “crunchy” (eu parti com a ajuda de rolo da massa). Derreter a manteiga e envolver com a bolacha triturada. Envolver bem. Espalhar numa forma de 26 centímetros de diâmetro e levar ao frigorífico durante duas horas para que ganhe consistência.

 

Recheio: Começar por demolhar as folhas de gelatina em água fria. Bater as natas, o queijo, o açúcar e adicionar as folhas de gelatina já demolhadas em água fria. Quando estiver tudo bem misturado colocar o creme sobre a base já fria e levar ao frigorífico para que solidifique.

 

Para a calda colocar num tacho o açúcar, o sumo de meia laranja e o licor. Entretanto, passar com a ajuda da varinha mágica a mistura de frutos vermelhos (reservar alguns para decorar) e juntar aos restantes ingredientes que estão ao lume. Deixar arrefecer e espalhar sobre o preparado solidificado de forma homogénea e levar ao frigorifico.
 
E está pronto a colocar na sua mesa de natal 😉